[Continuação] O que é e quais os benefícios da virtualização de servidores?

[Continuação] O que é e quais os benefícios da virtualização de servidores?

Se você é daqueles profissionais que têm como função procurar novas tecnologias e práticas para melhorar a área de TI da empresa, fique atento a este artigo. Vamos falar sobre o que é e quais são as vantagens da virtualização de servidores.

A virtualização de servidores pode ser explicada conceitualmente como a reorganização de ambientes operacionais de servidores físicos em servidores virtuais. Essa técnica tem inúmeras vantagens e gera vários resultados positivos para as empresas e os departamentos de TI.

Por meio da virtualização, por exemplo, é possível executar diversos programas, serviços e até sistemas operacionais em um único equipamento físico. É uma grande estratégia para melhorar o gerenciamento em TI, reduzir custos e elevar a produtividade da empresa.

Gostou do tema? Continue a leitura deste post e entenda ainda mais sobre virtualização de servidores.

Afinal, o que é virtualização de servidores?

Virtualização de servidores é um tipo específico de virtualização. É a criação de uma versão virtual de um servidor, de um sistema virtual ou mesmo de um sistema de armazenamento. Na prática, significa que os recursos que costumavam estar disponíveis em um servidor físico passam a ser distribuídos em diversas máquinas virtuais.

Essa estratégia permite ao usuário, por exemplo, executar tarefas em diversos sistemas operacionais de maneira simultânea e, claro, utilizar um único hardware. A técnica ainda possibilita maior densidade de utilização de recursos, ou seja, com ela o computador se torna muito mais poderoso.

Como funciona a virtualização de servidores?

Para deixar de lado o modelo tradicional e entrar de cabeça na virtualização é necessário tomar alguns passos importantes. Veja abaixo os principais.

Aquisição do servidor

O primeiro passo é adquirir um servidor físico. No equipamento é instalado um sistema operacional básico, chamado de hypervisor. O sistema tem capacidade de “fatiar” o servidor em diferentes partes. Quanto menor for a memória ocupada pelo hypervisor, mais recursos ficam disponíveis nas máquinas virtuais.

Criação das máquinas virtuais

Em cada divisão o hypervisor simula a existência de um novo hardware: são as máquinas virtuais. As máquinas têm capacidades diferentes entre si e variam de acordo com a demanda. Algumas podem ter mais memória, enquanto outras priorizam o processador, por exemplo.

Instalação do sistema operacional

Depois de criar as máquinas virtuais é importante fazer a instalação do sistema operacional em cada uma delas. Os sistemas ficam separados uns dos outros e cada um vai enxergar apenas os recursos no qual estão dedicados.

Conexão a uma Storage Area Network (SAN)

SAN é um local de armazenamento que pode ser compartilhado entre servidores. É dentro dessa estrutura que serão armazenadas as máquinas virtuais. A técnica permite algumas facilidades para o gerenciamento do sistema e para a definição das prioridades entre máquinas virtuais.

Quais são as vantagens da virtualização de servidores?

Não foi à toa que a virtualização ganhou tanto espaço e cresceu muito nos últimos anos. O sistema oferece diversas vantagens para empresas, clientes e profissionais de tecnologia da informação.

Diante de tantos benefícios é difícil imaginar que essa realidade mudará tão cedo. Acompanhe as seções abaixo, nas quais destacamos as principais vantagens da virtualização.

Melhora o aproveitamento do hardware

Quem utiliza um computador da maneira tradicional deixa a máquina ociosa na maior parte do tempo. Isso porque é muito raro que o usuário execute alguma tarefa que exija toda a capacidade da máquina.

Na virtualização, porém, essa lógica muda. Sempre que a máquina virtual é acionada, os recursos ociosos são alocados e você aproveita melhor a capacidade da máquina.

Ao implantar múltiplos servidores em um número reduzido de servidores físicos, aumenta-se a utilização média dos recursos disponíveis. A taxa de utilização do servidor pode subir até 90%.

Permite a utilização de vários sistemas operacionais

A virtualização de servidores caiu nas graças dos analistas de sistemas porque permite utilizar vários sistemas operacionais simultaneamente. Isso ocorre porque cada sistema é instalado em máquinas virtuais distintas.

É possível, por exemplo, utilizar o Windows Server 2003, o Windows Server 20012 R2 e até mesmo o Linux — tudo de acordo com as demandas e as preferências do usuário. Isso traz mais liberdade e oferta de recursos, que geram muitos benefícios para o dia a dia do setor de TI.

Otimiza o espaço físico e gera economia de energia

A virtualização dos servidores tem como uma das vantagens de maior destaque a economia de recursos financeiros — em especial, a redução dos custos em energia e espaço físico.

Graças à virtualização sua empresa pode ficar livre daquela quantidade enorme de dispositivos instalados. Na prática, sobra mais espaço livre para atender outras funções na empresa.

Com menos dispositivos locais você também tende a gastar menos com energia. Isso porque a infraestrutura tradicional exige refrigeração constante, o que eleva a conta de luz no final do mês.

Reduz ou elimina o número de downtime

Nada pior para a produtividade de uma empresa do que o sistema de tecnologia caindo constantemente ou permanecendo muito tempo fora do ar — o que chamamos de downtime. Pois saiba que a virtualização ajuda a reduzir ou até mesmo eliminar o downtime!

Com várias máquinas virtuais sendo operadas de maneira simultânea, é possível reduzir as quedas. Quando uma das máquinas enfrenta algum problema, outras são acionadas para manter o serviço no ar. O usuário nem percebe essa mudança!

Aprimora a automação e o gerenciamento

A virtualização dos servidores também ajuda na automação e no gerenciamento de processos de uma empresa. Isso porque a virtualização permite a criação de um ambiente centralizado de gerenciamento.

Dessa forma, é possível ter, de maneira amigável e intuitiva, uma interface para auxiliar no gerenciamento dos ambientes de produção de homologação, além do gerenciamento de atualizações de versões e de implantação.

Facilita a migração

Você deve conhecer o trabalho que dá quando uma empresa decide migrar para um novo sistema operacional, não é mesmo? Pois saiba que a virtualização pode ajudar nessa missão.

Graças a essa técnica é possível manter uma máquina virtual executando o sistema operacional antigo. Assim, reduzem-se os custos com a migração e mantêm-se vários arquivos rodando no sistema antigo por segurança.

É interessante ressaltar que, mesmo em um upgrade de ambiente, dá para passar as máquinas virtuais para servidores novos e velhos, o que reduz o tempo de configuração da solução e o de reinstalação.

Além disso, ao fazer o upgrade do firmware de servidores, também não é preciso executar o upgrade de drivers nas máquinas virtuais, pois elas não “enxergam” a camada de hardware de modo direto. Isso simplifica o processo e ainda economiza um tempo considerável.

Aumenta a segurança da informação

Um grande benefício desse processo é o aumento, em determinados aspectos, da segurança dos sistemas e dados que serão armazenados e executados nos servidores virtuais. Essa vantagem se dá porque a virtualização corresponde a um processo mais moderno e dinâmico, sendo que as tecnologias empregadas nela costumam estar mais atualizadas em relação às melhores práticas e aos melhores padrões de proteção de dados do mercado.

Além disso, há mais rapidez e facilidade na recuperação de arquivos, sistemas e outros dados que tenham sido perdidos ou avariados por conta de acidentes, vulnerabilidades ou ataques cibernéticos.

Isso porque os recursos virtualizados não ficam hospedados dentro da empresa, em hardwares muitas vezes antigos e desatualizados. Pelo contrário, eles são salvos e protegidos por camadas mais eficientes e robustas de proteção em servidores muitas vezes administrados por empresas experientes em segurança virtual.

Caso ocorra uma falha do servidor que está executando, o ambiente virtual é ligado a outro servidor de modo automático, de modo que em alguns minutos o sistema seja recuperado.

Beneficia o processo de backup e Recuperação de Desastres

Outro ponto importante é a realização de backup, pois a virtualização de servidores agiliza esse processo, especialmente quando se emprega ferramentas como o VMware VDP. Essa solução é usada para gravar a imagem da máquina virtual e realizar o processo de backup. Dá até mesmo para replicar a máquina virtual para outro datacenter.

Dessa forma, a virtualização acaba beneficiando as estratégias de Recuperação de Desastres, ou Disaster Recovery, pois se houver alguma falha, é possível fazer a restauração da máquina virtual rapidamente em um ou mais servidores físicos. Isso sem que você precise se preocupar com drivers e outros detalhes comuns em um procedimento de backup e restauração de um servidor convencional.

Contribui para a elevação e valorização do papel da TI

Graças à virtualização, o time de tecnologia deixa de se fixar basicamente em aspectos técnicos, visando apenas manter o funcionamento dos recursos. Na verdade, área de TI passa a atuar de forma mais analítica e consultiva graças ao maior tempo disponível para se dedicar a outras funções e processos.

Entre eles temos a estratégia do negócio, as análises — de dados, sistemas ou tendências tecnológicas — e o desenvolvimento de soluções e serviços. Em paralelo a isso, a virtualização também entrega relatórios, indicadores e métricas que norteiam as decisões da equipe de TI, ajudando quando for preciso defender e justificar investimentos.

Eleva a produtividade

A elevação da produtividade é outro benefício da virtualização de servidores, pois tanto a equipe de TI quanto os demais colaboradores da empresa têm seus desempenhos incrementados. Isso se deve à redução das interrupções de sistemas, à recuperação rápida e eficiente de dados após incidentes que possam tê-los corrompido e à acessibilidade às informações nos servidores digitais.

Afinal, máquinas virtuais podem ser facilmente acessadas remotamente por pessoas que tenham a devida autorização para isso. Dessa forma, elas acabam agilizando o trabalho de profissionais que precisam se deslocar para filiais, clientes em outras regiões ou mesmo fornecedores distantes da empresa, bastando que exista uma conexão com a web para que seja possível se conectar aos servidores virtuais.

Fornece mais possibilidade de testes

Ambientes virtualizados são capazes de aumentar consideravelmente o poder de testes de tecnologia. Por exemplo, fica mais simples e fácil duplicar um grupo de máquinas virtuais e, após isso, pôr a cópia em um local isolado para a execução de testes sem que prejudique o funcionamento da principal. Você poderá realizar atualizações do sistema operacional, modificações em sistemas gerenciais, exclusão de ferramentas etc.

Esse potencial de aplicação de testes graças à virtualização de servidores gera mais oportunidades de inovação para a área de TI e para a própria empresa como um todo. Afinal, arriscar mais e gerar maior valor tecnológico ao negócio se torna uma tarefa viável não só no aspecto técnico, mas também no fator econômico.

Diminui o tempo de parada em manutenções programadas

Além do downtime, as paradas para manutenções programadas também podem causar a perda de produtividade e prejudicar o prosseguimento das atividades empresariais que necessitam de tecnologia.

Contudo, no caso de um ambiente virtualizado, dá para migrar as aplicações de servidores físicos onde estejam alojadas as máquinas virtuais para outros servidores por meio online sem que seja necessário desligar ou interromper o serviço. Isso pode ser feito com o emprego de soluções tecnológicas como vMotion (Vmware) e Live Migration (Microsoft).

Dessa forma dá para executar atividades rotineiras — como um upgrade de firmware de servidores ou atualizações periódicas — durante o expediente comercial sem que os sistemas precisem ser interrompidos. Essa vantagem também gera economia com o pagamento de horas extras para os colaboradores da TI, pois não será necessário chamá-los para executarem esses procedimentos em períodos noturnos ou até de madrugada.

Também é possível “pausar” uma máquina virtual antes que ocorra uma parada de hardware de modo a reativá-la quando ele retornar. Ela voltará a funcionar normalmente a partir do ponto em que foi “suspensa”, carregando dados e processos que foram interrompidos rapidamente.

Como visto, a virtualização de servidores não só é capaz de facilitar o trabalho da área de TI como também gera economia e mais produtividade para o empreendimento. Isso pode se traduzir em resultados consistentes e uma operacionalização mais eficiente, principalmente em processos que necessitam dos servidores para serem executados.

Portanto, vale a pena considerar essa solução para a sua empresa, especialmente se estiver pensando em modernizá-la, deixando-a mais em sintonia com importantes avanços tecnológicos do mercado.

A virtualização de servidores realmente gera muitas vantagens e ajuda as empresas a se manterem competitivas. Gostou deste artigo? Então siga-nos nas redes sociais (Facebook, LinkedIn, Twitter, YouTube, Instagram) e fique por dentro de vários outros conteúdos de qualidade!

Compartilhe este Post


var MauticFormCallback = { qualificacaoformulariodecotacaorapida: { onValidateStart: function () { document.getElementById('mauticform_input_qualificacaoformulariodecotacaorapida_url').value = window.location.href; } } };