4 dicas para contratar excelentes profissionais de TI

4 dicas para contratar excelentes profissionais de TI

Há hoje no Brasil uma espécie de apagão de mão de obra especializada em tecnologia. De acordo com a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), até 2020 o déficit poderá chegar a 408 mil pessoas. Assim, contratar profissionais de TI continua sendo um desafio para a maioria das empresas.

Quanto mais especializada a carreira, mais difícil é contratar. No caso de TI, isso ocorre desde o assistente até especialistas em redes e conectividade, cientistas de dados, arquitetos de software, gestores de projetos de desenvolvimento, entre outros.

O que fazer para superar este desafio e contratar bons profissionais de TI? Como contratar pessoas com habilidades e atitudes adequadas para montar equipes de alta performance? Se você entrou em 2017 com essas dúvidas, continue lendo. Aqui você vai aprender algumas dicas para driblar este problema!

1. Foque na qualificação dos profissionais de TI

Para começar, é preciso selecionar currículos de candidatos altamente qualificados. Isso pode ser conseguido ao olharmos para a formação superior, as especializações, mas também para as certificações e os cursos extracurriculares.

Mas, não dá para esperar que os currículos caiam na caixa de e-mail do RH. Bons candidatos não estão à procura de trabalho. É preciso buscá-los.

Que tal explorar o LinkedIn? Esta é hoje a principal rede social profissional. No campo de buscas, digite as palavras-chave (assistente de TI, por exemplo) para encontrar uma lista de profissionais. Você também pode selecionar a região de abrangência que quer explorar. Depois, é só selecionar as pessoas e fazer contato com elas para uma entrevista.

2. Recrute pessoas que já tenham uma experiência mínima

Para não gastar tempo e dinheiro formando os profissionais que você precisa em sua equipe, também é importante buscar candidatos com uma experiência mínima. Eles são mais escassos, pois são muito disputados pelo mercado.

Uma pesquisa da Catho, divulgada em 2015, revelou que 22,6% dos profissionais brasileiros preferem ir em busca de uma nova oportunidade do que renegociar salário com seus atuais empregadores. Logo, se sua empresa tiver uma política de cargos e salários bem definida e oferecer bons benefícios, as chances de atrair pessoas experientes é grande.

3. Investigue o nível de engajamento dos candidatos que você avaliar

As relações trabalhistas mudaram significativamente nos últimos anos. As novas gerações, que agora já chegam ao mercado de trabalho, não se sentem mais obrigadas a permanecer em uma mesma empresa durante muito tempo.

O foco dos profissionais hoje é o sentimento de felicidade com o trabalho. Em outras palavras, as pessoas querem realizar tarefas que lhes deem prazer e propósito. Só assim elas se engajam para produzir e contribuir.

Assim, é muito importante entender qual é o nível de engajamento que os profissionais que você está avaliando têm com suas atividades. O recrutador deve desenvolver a habilidade de visualizar isso logo na entrevista, mas há também alguns testes psicológicos que ajudam nisso.

4. Recrute profissionais que conseguem ir além das habilidades técnicas

Também é muito importante contratar profissionais que já entenderam que a TI não é mais uma área de simples suporte técnico.

Prefira pessoas que conseguem fazer o link entre a tecnologia e os objetivos do negócio. Assim, avalie questões como pró-atividade, capacidade analítica, comunicação, estabilidade emocional, responsabilidade, pontualidade, relacionamento interpessoal, persistência, maturidade pessoal, amor pela profissão, entre outras.

Uma equipe de TI de alta performance é, sem sombra de dúvidas, aquela na qual os profissionais têm uma atuação produtiva, focada nas entregas combinadas e voltada para a segurança e inovação.

Os profissionais de TI que você contrata atendem 100% as expectativas do seu negócio? O que você achou dessas dicas? Se gostou do texto, compartilhe-o no Facebook e no LinkedIn!

Compartilhe este Post