Qual a melhor forma de implementar o Microsoft Office 365?

Qual a melhor forma de implementar o Microsoft Office 365?

Microsoft Office 365 é um pacote completo que reúne softwares para a produção de documentos (textos, planilhas, apresentações etc.), uso de e-mail, colaboração e comunicação, contando ainda com todas as vantagens que a nuvem oferece. Não é por acaso que empresas que já trabalham com diversas ferramentas da Microsoft queiram migrar para essa nova solução.

Por isso, no post de hoje veremos os principais cuidados para implementar o Office 365 na sua organização, de modo que os colaboradores não enfrentem nenhum prejuízo para acessar seus e-mails ou utilizar as aplicações. Acompanhe!

Quais cuidados ter durante a migração para o Microsoft Office 365?

Confira abaixo os 3 cuidados mais importantes para se ter durante a migração.

1. Domínio da empresa

Ferramentas como Exchange, Sharepoint e Lync são dependentes de certas configurações que estão diretamente ligadas ao domínio da sua empresa. Por isso, o Office 365 permite que você adicione um nome de domínio usando o console administrativo.

Lembre-se apenas de que, para adicionar um domínio ao Office 365, será necessário fornecer as credenciais de registro ou do host do domínio.

2. Usuários e grupos

Também por meio do console administrativo, é possível criar e gerenciar contas e grupos de usuários. Se você já estiver trabalhando com um ambiente do Active Directory, você pode sincronizar esses dados com o Office 365 na nuvem.

Tenha em mente que esse processo é unidirecional. Os dados do Active Directory são enviados para a nuvem, mas as alterações que ocorrem na nuvem não serão reproduzidas no Active Directory local.

3. E-mail

Como a caixa de correio também é um atributo do Active Directory, ao migrar uma conta de usuário para o Office 365, você também estará migrando a caixa de correio para o Exchange na nuvem. Mas caso seus usuários usem outro sistema de e-mail, não tem problema. O Office 365 também permite fazer uma migração de um servidor IMAP, por exemplo.

E quanto às demais aplicações?

Além disso, também é preciso atenção à assinatura de licenças de uso dos programas e à configuração dos novos ambientes de compartilhamento de arquivos do Sharepoint Online, os recursos de colaboração do Lync Online, a comunicação com o Skype for Business, entre outros.

Vale a pena terceirizar a migração?

Para garantir a implementação de todos esses passos com segurança e sem imprevistos, é fundamental ter a expertise necessária para ações de migração para a nuvem e conhecimentos do próprio Office 365.

Por isso, recomendamos contar com a comodidade de um serviço terceirizado de migração para Office 365. Assim, você evita custos desnecessários para reparar erros e não corre o risco de atrapalhar a produtividade dos usuários enquanto eles acessam as ferramentas necessárias para trabalharem.

Gostou do nosso post? Percebeu como a migração para o Microsoft Office 365 requer responsabilidade e cautela para não prejudicar os usuários durante o processo? Precisa de ajuda para implementar essa solução na sua empresa?

Então, não hesite em entrar em contato conosco. Fale com o nosso time e descubra como os nossos técnicos certificados pela Microsoft podem implementar o Office 365 da melhor maneira!

Compartilhe este Post