O que levar em conta ao comprar computadores para a empresa?

O que levar em conta ao comprar computadores para a empresa?

Comprar um computador para a empresa é uma decisão muito importante, afinal, esse equipamento realiza funções cruciais no dia a dia do seu negócio e, se não funcionar direito, pode travar a performance da equipe.

Portanto, para que você escolha um item que atenda à sua organização, é fundamental analisar vários fatores além de preço, processador, memória RAM etc.

Portanto, confira o que você não pode esquecer para acertar na sua decisão!

Quanto devo gastar para comprar um computador para a empresa?

A resposta para essa pergunta é outro questionamento: qual será o uso do computador? Ter essa resposta é o primeiro passo para decidir qualquer aspecto relacionado ao dispositivo que será comprado, incluindo o quanto gastar.

Analise bem as necessidades da sua empresa antes de decidir como será a máquina que você comprará.

Serão usados softwares pesados ou a função principal será editar arquivos de texto, e-mail e Internet? A máquina precisa suportar ambientes hostis? A sua utilização dependerá de expansão para aumentar a vida útil? Quais componentes serão aumentados? A facilidade para manutenção é importante ou você não terá problemas em ficar alguns dias sem o aparelho? O computador precisa ser de uma linha corporativa ou doméstica?

​Isso é essencial para que você evite comprar um computador que não processe as tarefas de rotina ou desperdice recursos financeiros em uma máquina muito superior às suas necessidades.

Desktops ou notebooks?

A primeira decisão que você precisa tomar é se comprará computadores de mesa (desktops), notebooks ou tablets. Seus colaboradores fazem muitas reuniões externas? No escritório os lugares são marcados ou não? Eles trabalham andando pela empresa e coletando dados? Se a mobilidade for fundamental ou minimamente necessária, a melhor escolha será comprar um computador portátil, como um notebook ou tablet.

Você ainda pode dar aos colaboradores uma experiência de desktop mesmo quando eles estiverem usando notebooks no escritório. Disponibilize monitor, teclado, mouse, alto-falante portátil e fone de ouvido ou headsets que possam ser integrados aos portáteis.

Diferentemente do que a maioria imagina, a vantagem dos notebooks em relação aos desktops é que eles são mais baratos, tem mais facilidade e o mesmo custo de manutenção para serem atualizados. Por exemplo: é muito mais fácil trocar a fonte de um notebook do que a de um desktop.

Em contrapartida, os processadores dos desktops têm um desempenho superior aos processadores dos notebooks. 

Portanto, se sua equipe não costuma trabalhar externamente e possua um ponto fixo, opte por um desktop. Mesmo com um custo um pouco maior, o desempenho compensará esse investimento.

Qual é a melhor forma de analisar a durabilidade?

Segundo uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e pelo Instituto de Pesquisa Market Analysis, mais de metade dos PCs apresentará algum problema em menos de 5 anos de uso. Por isso, é preciso estar atento à durabilidade da máquina na hora da escolha.

Computadores da linha corporativa são projetados e pensados para o uso empresarial, ou seja, com demanda constante e uma utilização de 8 a 10 horas por dia, além de preverem manutenção mais acessível, expansão em mais configurações e maior resistência em peças de maior desgaste.

É fundamental procurar um parceiro que entenda tudo isso e que trabalhe com fabricantes de confiança!

Se a sua máquina for alocada em um ambiente hostil, opte por um modelo desenvolvido especialmente para essas condições.

Como diferenciar computador doméstico e corporativo?

Ao comprar uma máquina nova, você pode optar entre computadores domésticos ou corporativos. Muitas pessoas não percebem as diferenças entre os dois modelos e escolhem o mais barato entre as opções com a mesma configuração.

Os modelos podem ter a mesma configuração, mas há distinções nas possibilidades de expansão, na durabilidade das peças e nos recursos desenvolvidos para uso empresarial.

Os equipamentos domésticos foram projetados para até 3 horas diárias de uso, enquanto computadores corporativos têm uma demanda constante e utilização de 8 a 10 horas por dia — além de preverem manutenção mais acessível, expansão em mais configurações e maior resistência das peças.

Como tomar a minha decisão final?

Desktop e notebook têm uma vida profissional útil em alta performance de 3 anos, por isso, é preciso pensar não só nas necessidades da organização hoje, mas também como será a utilização durante esse prazo.

Leve em consideração também: sistema operacional, Office e antivírus, Nobreak, mochila, a duração média da bateria e o espaço que o equipamento ocupará.

Por fim, verifique a possibilidade de expandir a configuração, a resistência da máquina para o ambiente de trabalho e as opções de financiamento.

Agora que você conferiu o nosso post sobre como comprar computador para a empresa, descubra como adquirir máquinas com parceiros de confiança!

Compartilhe este Post


var MauticFormCallback = { qualificacaoformulariodecotacaorapida: { onValidateStart: function () { document.getElementById('mauticform_input_qualificacaoformulariodecotacaorapida_url').value = window.location.href; } } };